A saúde bucal deve receber cuidados o mais cedo possível. Afinal, os primeiros anos de cuidados bucais de uma criança irão refletir na dentição da fase adulta. Por isso, é importante que os pais saibam o quanto é fundamental incluir visitas ao dentista na rotina da criança, desde muito pequena.

A primeira visita do bebê ao dentista deve ser realizada por volta dos 6 meses de idade, quando surgem os primeiros dentinhos. Esse primeiro encontro serve para tirar dúvidas que possam surgir quanto à higienização dos dentes nesta fase, além de aprender a forma mais correta para escovar os primeiros dentinhos e quais produtos podem ou não ser utilizados.

Essa recomendação é feita para evitar o desenvolvimento de cárie que podem surgir ainda nos dentes de leite. É também uma oportunidade para o bebê já ir se familiarizando com a sala do dentista. E, neste ponto, vale lembrar que essa consulta não deve ser traumática de forma alguma, por isso a importância de um dentista especialista em odontopediatria.

Nesse primeiro contato também, o dentista consegue fazer uma avaliação simples sobre o desenvolvimento dos dentinhos do bebê, além de dar aos pais/cuidadores orientações gerais quanto ao melhor modelos de escova, pasta de dente, frequência de escovação, entre outros.

Depois disso, é legal retornar ao dentista a cada 6 meses para que o profissional e a família possam acompanhar juntos o desenvolvimento não só dos dentes de leite, como também da arcada dentária e das estruturas da face. Em seguida, a partir dos 3 anos, é recomendado iniciar o trabalho de profilaxias, como por exemplo, a aplicação de flúor.

Como já diz o ditado “Prevenir é melhor do que remediar”. Ou seja, se começarmos cedo os cuidados, a saúde bucal do seu pequeno estará sempre em ordem.

Escrever um comentário