A resposta correta para essa pergunta é, justamente, que não existe idade certa. 

Tudo vai depender de qual é o problema, ou seja, da maloclusão existente na criança. No entanto, o ideal seria que, a partir dos 5 anos, toda criança fizesse uma avaliação ortodôntica.

A mordida perfeita seria como uma caixa de sapatos. Ou seja, a parte de cima (maxila) deve ser levemente maior que a parte debaixo (mandíbula) para garantir um perfeito encaixe. Quando isso não ocorre, chamamos de mordida cruzada posterior ou anterior, ou mordida aberta.

E a má notícia é que essa mordida incorreta não se corrige sozinha, somente com ajuda de aparelhos. E, se não for tratada, essa criança tem grandes chances de ser um adulto com problemas dentários e ósseos, correndo risco de até ter precisar de cirurgia para correção.

A maloclusão na criança também pode causar problemas na fala, deglutição, respiração, e até na postura.

Mas, e o que pode causar essa maloclusão, ou seja, essa mordida desalinhada? Dentre os principais fatores estão:
– Genética;
– Hábitos como chupar chupeta ou dedo;
– Perda precoce de algum dente;
– Falta de estímulo muscular dado por alimentação pobre em fibras;

Por isso, é sempre recomendado levar a criança a um especialista em ortodontia e ortopedia facial, próximo aos 5 anos, para detectar o problema, se for o caso, e tratá-lo o quanto antes. Assim, evitamos tratamentos mais longos e caros na fase adulta.

Escrever um comentário