Ouvir histórias, desenvolver a imaginação, passar o tempo e ficar longe das telas. Já parou para pensar em todas essas vantagens que os podcasts infantis oferecem para as crianças? E como a produção desse tipo de conteúdo cresce cada vez mais no Brasil, o que não faltam são opções para você e seu filho e/ou filha se divertirem juntos.

Entre a extensa lista, um dos podcasts preferidos do público infantil é o “Era uma vez um podcast”, da empresária Carol Camanho. O público alvo são crianças entre 2 e 10 anos. Porém, Carol conta que há até mesmo bebês que ouvem as histórias, assim como adultos e idosos com ansiedade e depressão.

“O Era Uma Vez um Podcast conta histórias infantis bem imersivas de todos os tipos: desde clássicos contos de fadas às fábulas de todos os lugares do mundo e também histórias de livros atuais e originais. São histórias contadas por uma mãe da mesma forma que conta para os seus filhos e que adora fazer várias vozes”, explica. Segundo Carol, há mais de um ano, é o podcast infantil mais ouvido do Brasil com quase três milhões de ouvintes.

Ao narrar as histórias, Carol mantém o objetivo de transmitir mensagens para as crianças que tragam algum ensinamento. “Também penso em ajudar os pais a acalmarem os filhos e terem um tempinho para eles, além de reduzir o tempo de telas e manter o português de crianças que moram fora”, afirma.

E foi exatamente esse intuito que a motivou a criar o podcast. Carol, que mora no Canadá, conta que sempre gostou de podcast e que, em 2018, resolveu que gostaria de ter um exclusivamente seu, mas ainda não sabia sobre o que gostaria de abordar. 

“Até que uma amiga minha que mora aqui no Canadá me perguntou se eu conhecia algum podcast com contação de histórias para crianças em português, pois uma amiga dela canadense ouvia com seus filhos. Quando fui procurar, não havia achado e resolvi criar o ‘Era Uma Vez um Podcast’ contando história do jeito que conto para os meus filhos”, explica.

Mãe de três filhos, jornalista é produtora do “Vem Ouvir Essa História”

Um podcast para brincar com a imaginação. É assim que a jornalista Thais Maruoka da Silva, que é mãe de três crianças, define o podcast “Vem Ouvir Essa História”, que traz histórias infantis com pitadas de diversidade e feminismo.

“Eu já tinha um podcast sobre maternidade e a mulher, o ‘Em casa a gente conversa’, mas sempre tive vontade também de criar um podcast infantil. Sou apaixonada por livros desde pequena. E quando tive minha primeira filha, comecei a comprar livros infantis mesmo ela tendo menos de um ano”, lembra Thais, que começou assim a ter sua própria biblioteca em casa.

“Sou apaixonada por esses livros e vejo neles uma ótima oportunidade de trazer ensinamentos e valores para meus filhos além, claro, de estimular a imaginação, contribuir para o vocabulário e criar momentos nossos de conexão e vínculo”, ressalta.

Com o passar do tempo, as pessoas passaram a pedir indicação de livros infantis e, então, Thais teve a ideia de fazer um podcast a partir da leitura das obras que já tinha em casa. “Assim, levamos essas histórias que adoro para outras crianças e também deixamos registradas para os nossos filhos essas histórias contadas em nossas vozes. Digo ‘nossas’ porque eu e meu marido nos revezamos nas leituras”, pontua. 

Entre as produções, Thais traz biografias como Malala, Che Guevara, Frida Kahlo e Martin Luther King. “Meu principal objetivo é levar momentos lúdicos para cada vez mais crianças. Contribuir para a imaginação desses pequenos que tanto amam ouvir histórias, além de poder ajudar na formação de opiniões e ideias. Acredito muito que criar filhos seja um ato político”, enfatiza.

Conheça 8 podcasts infantis para curtir em família

  1. Era uma vez um podcast, de Carol Camanho
  2. Vem Ouvir Essa História, de Thais Maruoka da Silva
  3. Programa Maritaca, de Mariana Piza
  4. E se… podcast?, de Samuel Leite
  5. Ideia de criança, de Thiago Queiroz
  6. Conta pra mim?, de Thiago Queiroz e Fafá Conta
  7. Histórias de ninar para garotas rebeldes, de Ju Wallauer
  8. Podventura, de Fernando Rodrigues

Confira também:
Livros feitos por crianças: conheça três pequenas escritoras


Escrever um comentário